5 Dicas para ser um bom Segurança

5 dicas para ser um bom segurança

O ramo da Segurança refere-se ao sector de atividade económica cujo objetivo assenta na proteção de pessoas e património. O Segurança Privado desempenha uma atividade complementar às forças e serviços de Segurança estatais. É da sua competência a proteção de pessoas, bens e a prevenção e dissuasão de práticas de atos ilícitos.

Em Portugal, toda a atividade de Segurança é regulada, autorizada e fiscalizada pelo sistema integrado de gestão de segurança privada – a SIGESP. Pelo que, a formação de Segurança é obrigatória. Ser um bom agente de segurança assenta numa boa formação. Mas, há outros aspetos que serão bastante importantes a uma performance de qualidade.

Os formadores da Do It Better Leiria apontam algumas das noções essenciais a ser um bom segurança. Vejamos:

Ser educado e respeitador.
É importante possuir uma linguagem educada. No entanto, não esquecer que a comunicação se deve restringir ao indispensável. Ser um bom Segurança implica uma boa capacidade de relacionamento humano, podendo este ser amigável, mas nunca familiar.

Ser assertivo e resistente
O Segurança deve explorar os limites da compreensão e ser sempre parte da solução e não do problema.

Ter uma postura correta e responsável
A boa forma física é fulcral para o desempenho da função de Segurança, não só pela capacidade que demonstra, mas também pelo estado de prontidão que lhe é exigido.

Ter controlo emocional
Um bom Segurança deve mostrar confiança e ser respeitado, mas nunca em prol da agressividade.

Ser pontual e organizado
O Segurança deve estar pronto a executar e gerir tarefas.

A área de Segurança Privada tem vindo a crescer. A ampliação das cidades e a expansão do turismo fazem do Segurança Privado um bem essencial no dia-a-dia. Esta profissão – com uma elevada taxa de empregabilidade e uma remuneração acima da média – exige o melhor de si. Se, este é um sector que lhe interessa, não hesite! Junte-se a nós e seja mais BETTER!

Artigos relacionados: