8 dicas para estudar melhor

8 dicas para estudar melhor

Para obter bons resultados, o estudo não deve ser deixado apenas para a noite antes de um exame. Neste artigo, vamos-lhe apresentar 8 dicas para estudar melhor.

Nunca é demasiado cedo – ou demasiado tarde – para desenvolver bons hábitos de estudo. Quanto mais rápido conseguir encontrar o seu método ideal de estudo, mais facilmente conseguirá melhorar os seus resultados em testes e exames.

Todas as pessoas têm a sua preferência no que diz respeito ao local e hora a que estudam melhor. Quer seja no quarto à noite, ou na biblioteca ao fim da tarde, é importante descobrir qual o local e hora mais adequados para si.

  • Prepare o seu espaço de estudo – o seu espaço de estudo deve ser silencioso, confortável e livre de distrações. Deve ser um sítio onde se sinta feliz e inspirado.
  • Descubra qual a hora a que estuda melhor – algumas pessoas trabalham melhor de manhã; outras trabalham melhor à noite. Descubra qual a hora mais adequada para si. Não estude durante muito tempo após a hora a que normalmente vai dormir o esforço de estudar até muito tarde pode fazê-lo sentir-se demasiado cansado para absorver a informação corretamente.

Estude um pouco todos os dias

Estudar um pouco todos os dias significa que estará a rever as matérias de forma diária, o que lhe pode ajudar a compreender melhor aquilo que está a estudar. Além disso, estudar todos os dias ajuda-o a evitar o ‘stress’ de ter de decorar tudo na semana do exame.

Uma hora ou uma hora e meia por dia, dependendo da sua disponibilidade, normalmente são suficientes para rever todos os conteúdos que aprendeu durante esse dia. No entanto, à medida que a data do exame se aproxima deve gerir bem o seu tempo, pois talvez seja necessário dar uma maior revisão a matérias mais antigas.

Planeie bem o seu tempo

Planear o dia antecipadamente pode ajudá-lo a aproveitar melhor o tempo para estudar.

  • Ponha alarmes pôr alarmes no telemóvel para o lembrar de estudar à sua hora de eleição. Um lembrete regular ajuda-o a ser pontual com o seu estudo;
  • Utilize um calendário – marcar as datas de testes e prazos para entregar trabalhos num calendário ajuda a perceber quais são as tarefas a que tem de dar prioridade. Dessa forma poderá focar-se no que mais importa, e assim aproveitar melhor as suas sessões de estudo;
  • Estabeleça limites de tempo – antes de iniciar a sua sessão diária de estudo, consulte quais as matérias que quer estudar e defina um tempo limite para gastar em cada uma delas. Se não conseguir acabar dentro do tempo definido, considere se o melhor uso do seu tempo é continuar a estudar essa matéria ou começar a trabalhar em outra coisa.

Descubra qual é o seu modo de aprendizagem

No que diz respeito a estudar, os métodos mais eficazes dependem de pessoa para pessoa. Cientificamente podemos distinguir 3 tipos principais de aprendizagem:

  • Visual, ver para aprender: através de esquemas, diagramas ou desenhos, tomar notas em forma de lista, ver vídeos, colorir e sublinhar palavras nos apontamentos;
  • Auditivo, ouvir para aprender: repetir verbalmente a matéria, criar associações de palavras e rimas;
  • Cinestésico, fazer para aprender: interpretar papéis, construir modelos e desenhar. Estas pessoas procuram situações no mundo real para colocar a teoria em prática.

Descobrir qual é o seu modo de aprendizagem pode melhorar o seu método de estudo. Contudo, tenha atenção, pois é possível que reúna características de cada um destes tipos.

Se responde bem às dicas visuais, recomendamos que, por exemplo, use cores nos apontamentos, sublinha conceitos importantes e que pesquise vídeos relevantes no ‘YouTube’ sobre a matéria.

Se é a ouvir que aprende melhor, leia a matéria em voz alta. Um estudo realizado em 2010 mostra que ler a informação em voz alta ajuda a aprender mais rápido do que quando se lê em voz baixa.

Faça pausas

Está comprovado que fazer pausas regulares durante o estudo, melhora a produtividade e ajuda-o a concentrar-se. Não é boa ideia trancar-se no quarto a estudar horas a fio, faça pausas de 5 a 10 minutos por cada 45 minutos de estudo.

Saiba também como melhorar a sua concentração.

Ao descobrir o seu modo de aprendizagem ideal, pode adaptar o seu estudo e concentrar-se nos seus pontos fortes. Com boa organização e planeamento, poderá evitar o ‘stress’ e as dificuldades de estudar “à última da hora”. O tempo que atribui ao seu plano de estudo não precisa de ser excessivo; use-o com cuidado e inteligência.

A chave para o sucesso está em ser consistente com os seus planos de estudo. Dessa forma, vai melhorar a sua capacidade de reter informações, o que permite que progrida mais rapidamente para atingir as suas metas.

Autoria: Pedro Delfino