Valor investido pelo estado na área de segurança privada

O estado português investiu cerca de 163 milhões de euros na área de vigilância e segurança privada.

Este ano tem sido verdadeiramente desafiante, não só a nível nacional, como também a nível mundial. A conceção que tínhamos de uma vida “normal” mudou drasticamente, como mudaram também os hábitos, as rotinas e o mercado no geral. No entanto, os portugueses têm vindo a demonstrar a sua resiliência e a vontade de continuar.
Relativamente ao mercado de trabalho, é sabido que, ainda que algumas atividades profissionais tenham sofrido de forma mais acentuada os impactos da pandemia, outras atividades, por outro lado, desenvolveram-se, como por exemplo a área de Vigilância Segurança Privada.
O formador Paulo Ferreira deixou-nos a sua perspetiva sobre o panorama atual face à pandemia que estamos a viver, e ao setor da Vigilância Segurança Privada:
“O mesmo aconteceu no Departamento de Segurança Privada da Polícia de Segurança Pública (DSP-PSP), que para se adaptar a esta nova realidade, excecionalmente, decidiu entre outras coisas, que permitiram dar continuidade ao negócio da área da Segurança Privada, dar prosseguimento da formação em formato online. Embora se tenha perdido o calor humano da sala de formação, a interação cara a cara não se perdeu a informação, o saber, a estrutura, esses continuam a ser transmitidos dia após dia pelo formador, agora a partir da sua casa. Para muitos, foi a oportunidade ideal, o incentivo que faltava para obter a habilitação profissional numa das áreas da Segurança Privada, agora muito mais facilitada em termos de horários, e à distância de um clique. Constatamos também que, houve alguns formandos de Vigilância que aproveitaram este regime online para fazer formações de atualização bem como formação de novas especialidades coisa que já queriam há muito tempo fazer, mas que a falta de tempo ainda não lhes tinha permitido. Mesmo a partir de casa os formandos recebem dos formadores e dos centros, a mesma dedicação, o mesmo empenho, atenção e o profissionalismo de sempre.
No ano de 2020 foi publicado pela Security Magazine um relatório que nos diz que, só em concursos públicos, o Estado Português investiu em 57 das 83 empresas da atividade da Segurança Privada, com um valor que ronda os 163 milhões de euros. Estes dados não só vêm comprovar a viabilidade da área como também nos mostram a necessidade de se continuar a apostar na formação. Todos os dias, sem exceção, são publicadas novas ofertas de trabalho a nível nacional.
Até que nos seja possível voltar, de nós formadores fica a nossa entrega e dedicação para que os novos formandos adquiram as ferramentas necessárias para poderem exercer, aos mais antigos, continuaremos a ouvir as vossas histórias, enquadrando as mesmas na Lei, nos procedimentos operacionais, quebrando tabus, mas acima de tudo criando em todos vós a predisposição para serem Homens e Mulheres ainda melhores profissionalmente”.
A equipa Do It Better agradece o seu testemunho e toda a dedicação e compromisso demonstrados aos nossos formandos.
Saiba mais sobre o Curso de Segurança-Porteiro 

ABOUT INSTRUCTOR

Deixe um comentário

12339TESTE