Curso formação Vigilante segurança privada

Curso de vigilante de segurança privada é um curso totalmente presencial com uma elevada taxa de empregabilidade em Portugal. Necessita de ter a escolaridade mínima obrigatória para obter o cartão do MAI. O curso é certificado pelo Departamento de Segurança Privada da Polícia de Segurança Pública.

As saídas profissionais do curso são: Portarias, Recepção, Controlo de Acessos, Rondas, Convenções, Centros comerciais, Escolas, Hospitais, Organismos públicos, Hipermercados, etc.

Para consultar toda a legislação sobre o curso por favor consulte a página da PSP aqui

  • António Barroso

    Desde sempre esteve ligado à área do auxilio a pessas com cursos de Brigadas anti crime ou atendimento ao público. Até 2012 trabalhou na Guarda Nacional Republicana mas atualmente é formador da zona norte do curso de vigilância.
  • António Ferreira

    Desde 2004 que se dedica inteiramente á formação profissional e de adultos em áreas como Direito, Segurança e Higiene no Trabalho e Cidadania. Antes desta data, tem uma vasta experiência como revisor de Imprensa e uma pequena passagem pela Advogacia. 
  • Bruno Morgado

    Vigilante, Bombeiro e Chefe de Grupo, tem formação na área do socorrismo, segurança contra incêndios e vigilância. Também tem curso de liderança e motivação humana e muitas horas enquanto formador.
  • António Guilherme

    Desde sempre ligado à Força Aérea Portuguesa, licenciou-se em Gestão de Recursos Humanos e Psicologia do Trabalho em 1997. Em 2011 tirou uma especialização em Diretor de Segurança e desde então tem conciliado essa área com a função de formador de vigilante e instrutor de Defesa Pessoal.
  • Helder Colaço

    Tirou um curso de especialização em Direção de Segurança em 2014 mas já desde 2011 que colabora na área da Vigilância. Atualmente concilia esta profissão com a de formador da mesma área.
  • Kathlyn Firmino

    É Advogada desde 2012, já tendo trabalhado em algumas empresas. Antes da sua licenciatura, exerceu funções ligadas ao atendimento presencial ou telemarketing. Está na Do It Better desde Abril de 2015 como formadora de Vigilante de Segurança Privada.
  • Rui Sobrado

    Desde 2000 tem exercido diversas funções na área da Vigilância tais como chefe de grupo, centralista, rondista ou coordenador de segurança. Atualmente é formador desta área, não só na Do It Better como em empresas de Segurança Privada.
  • José Tavares

    Foi Diretor e Consultor de Segurança durante alguns anos após concluir a pós graduação em Direção de Segurança. Trabalhou alguns anos na área da comunicação e publicidade e atualmente dedica-se inteiramente á formação profissional na Do It Better.
  • Emília Viegas

    É licenciada em Ciências da Comunicação e Marketing com pós graduação em Gestão e Direção de Segurança. Durante muitos anos trabalhou na Polícia de Segurança Privada, tendo começado na área da formação em 2014.
  • Helder Matias

    Está ligado à formação desde 1993 quando foi consultor de Formação. Após ter tirado o curso de Formação de Formadores completou a sua formação com a Especialidade em Assistentes de Recintos Desportivos. Só posteriormente tirou o curso de Diretor de Segurança, em 2010, exercendo desde então a profissão de formador.
  • João Ventura

    Licenciado em Enfermagem, é mestre em Ciências de Enfermagem e especialista em reabilitação. Exerce a profissão de enfermeiro desde 2008 e concilia-a com a formação, quer em contexto hospitalar que em entidades privadas.
  • José Campos

    Desde 1997 que divide a sua formação entre o Inem e a Escola Nacional de Bombeiros, concluindo formações na área do Combate a Incêndios e Socorrismo. A sua formação abrange ainda Tripulante de Ambulância de Socorro.
  • Leandro Souto

    Associado a um corpo de Bombeiros desde 2000, começou a sua carreira como especialista de Segurança, passando depois para Vigilante Especializado. Atualmente concilia a última função com a formação profissional. 
  • Tiago Vieira

    Com alguma experiência em hotelaria, o seu enfoque foi na Marinha Português, como operador de comunicações, profissão que exerce até então. A par disso, é bombeiro com o curso de Tripulante de Ambulâncias de Socorro e tem também o curso de salvamento e desencarceramento.
  • Vitor Santos

    Desde 1989 ligado ao desporto, começou por de formar em modalidades de luta/artes marciais. Em 1995 aumentou os seus conhecimentos associando-se ao fitness. Em 2014 tirou o curso de Segurança Privada e atualmente concilia a formação nesta área com o desporto.

A formação de Vigilante é destinada apenas a quem nunca teve contacto com esta área, contemplando obrigatoriamente um módulo base e a especialidade de Vigilante.

AUTORIZAÇÃO DA PSP Nº 21

Destinatários

O curso de Formação de Vigilantes de Segurança Privada destina-se a:

  • Todos os indivíduos interessados que pretendam desenvolver tarefas inerentes ao serviço de vigilância na atividade de segurança privada
  • Colaboradores de empresas de segurança privada , que por inerência das suas funções, necessitem atualizar, aprofundar ou adquirir conhecimentos.
  • Jovens à procura do primeiro emprego, bem como desempregados de curta ou longa duração.

Informação específica

CONDIÇÕES DE ACESSO AO CARTÃO DO MAI
(de acordo com Decreto-Lei n.o 35/2004 de 21 de Fevereiro)

  1. Ser cidadão português, de um Estado membro da União Europeia, de um Estado parte do Acordo sobre o Espaço Económico Europeu ou, em condições de reciprocidade, de um Estado de língua oficial portuguesa;
  2. Possuir a escolaridade obrigatória;
  3. Possuir plena capacidade civil;
  4. Não ter sido condenado, por sentença transitada em julgado, pela prática de crime doloso contra a vida, a integridade física ou a reserva da vida privada, contra o património, de falsificação, contra a segurança das telecomunicações, contra a ordem e tranquilidade públicas, de resistência ou desobediência à autoridade pública, de detenção ilegal de armas ou por qualquer outro.
  5. Não exercer, nem ter exercido, as funções de gerente ou administrador de sociedade de segurança privada condenada, por decisão transitada em julgado, pela prática de três contra-ordenações muito graves no exercício dessa actividade nos três anos precedentes;
  6. Não exercer, nem ter exercido, a qualquer título, cargo ou função de fiscalização do exercício da actividade de segurança privada nos três anos precedentes;
  7. Não ter sido sancionado, por decisão transitada em julgado, com a pena de separação de serviço ou pena de natureza expulsiva das Forças Armadas, dos serviços que integram o Sistema de Informações da República ou das forças e serviços de segurança.

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

  • Documento de identificação (CC ou BI/NIF/NISS) ou equivalente.
  • Comprovativo de morada.
  • 2 Fotos tipo passe com fundo branco e sem uniforme.
  • Registo Criminal (Para o exercício da atividade de Segurança Privada – envolve contacto com menores).
  • Certificado de Habilitações (Original ou cópia autenticada).
  • Exame médico emitido por médico de Medicina do Trabalho, incluindo avaliação psicológica

Para candidatos não portugueses, acresce:

  • Registo criminal original do país de origem.
  • Fotocópia do Passaporte.

Os principais objectivos desta formção são:

  • Formar profissionais para o cumprimento da legislação em vigor
  • Desenvolver competências pessoais, sociais e profissionais necessárias para a execução da função de vigilante de segurança privada.
  • Dota-los das competências necessárias e fundamentais ao exercício da actividade de segurança e vigilância privada, em espaços públicos ou privados em empresas prestadoras de serviços na área da segurança.
  • Portarias
  • Recepção
  • Controlo de Acessos
  • Rondas
  • Convenções
  • Centros Comerciais
  • Hipermecados
Certificado Curso
Certificado da DGERTEntidade Certificada para Curso Vigilante Segurança Privada

Formadores

Grupos

Lecturer

ritadoitbetter