Não deixe para amanhã a poupança que pode começar hoje. Qual o segredo para poupar ?

poupar

Vença a batalha com as suas finanças e alcance o sucesso na gestão financeira. Aprenda a poupar!

O mês ainda vai a meio e já não tem quase dinheiro na conta? Quer controlar melhor os seus gastos e poupar dinheiro ? Saiba o que pode fazer para dar um destino promissor às suas finanças com o nosso artigo.

Gastar dinheiro é fácil, por isso, é muito importante saber como gerir as suas finanças para viver sem sobressaltos. Estabelecer um orçamento já faz parte das tarefas das famílias portuguesas e é a chave para conseguir uma gestão equilibrada. Cada vez mais, os portugueses fazem este planeamento mensalmente, conseguindo tomar decisões de forma mais consciente.

Ao saber exatamente qual o montante que tem disponível e quanto pode gastar, será mais fácil evitar uma situação de saldo negativo. No entanto, o saldo bancário de cada pessoa não é estático, sendo que muitas vezes acontecem situações imprevisíveis, como um problema no carro.

Com um orçamento mensal saberá no que poupar e quais os gastos que tem em bens supérfluos, ou seja, todos os que não pertencem aos bens e consumos necessários, e, desta forma, conseguirá fazer face a surpresas mais dispendiosas.

Curso Assistente Administrativo e de Contabilidade Certificado
Curso Assistente Administrativo e de Contabilidade Certificado

Para além da criação de um orçamento, que é provavelmente uma das melhores formas para poupar dinheiro e habituar-se à disciplina, existem outras formas de poupar um extra ao fim do mês:

1. Monitorize as suas despesas mais facilmente com tecnologia.

Existe uma diversidade de aplicações para smartphones, que possibilitam a monitorização das suas finanças pessoais ao longo do mês. Por exemplo, o Boonzi é uma aplicação portuguesa que tem um grande ponto forte: permite importar diretamente o seu extrato bancário para o telemóvel, organiza as transações em categorias e, por fim, emite relatórios que o ajudam a perceber onde pode poupar. Saiba mais em: http://www.boonzi.pt/

2. Defina limites diários para as despesa.              

3. Procure descontos, promoções para rentabilizar o investimento

Há produtos que custam em média 30% mais do que o valor real.Isto acontece normalmente em bens alimentares, pelo que há dias em que consegue adquirir os mesmos produtos a preços bem mais baixos do que o normal.

4. Pense duas vezes antes de comprar.  Proteja-se do Marketing Agressivo. Não compre por impulso.

Quantas vezes já teve este pensamento diante de uma promoção “Não preciso disto, mas é uma grande promoção”. Promoções não se acabam, todos os dias existem novas promoções, por isso livre-se deste síndrome e só compre caso realmente necessite. Não compre se sabe que não irá usufruir ao máximo o produto.

5. Evite pedir dinheiro emprestado.

Não caia neste erro! Acaba sempre por se tornar numa bola de neve e quanto mais pede emprestado, mais gasta o que dificulta inevitavelmente no pagamento da dívida que contraiu.

6.  Elimine os maus hábitos ou vícios.  Jantar fora todos os dias, fumar e festas constantes. Não é necessário eliminar por completo, mas fazer com menos frequência são uma possibilidade para poupar dinheiro.

7. Ande com pouco dinheiro no bolso.

Este ponto é essencial… o ato de levantar dinheiro do multibanco é mentalmente mais penoso do que retirar dinheiro do bolso e pagar de imediato.

8. Experimente levar o almoço de casa.

As marmitas tornaram-se num hábito bastante acolhido pelos Portugueses. No final do mês irá notar a diferença… E que diferença!

Autoria: Sara Guerreiro