Perigos do açúcar no sangue – Dia Mundial dos Diabetes

Perigos do açúcar no sangue

Sabia que os Portugueses consome cerca do dobro do açúcar que é recomendado? Atue! Cuide da sua saúde e aumente a sua qualidade de vida!

No dia em que se celebra o Dia Mundial dos Diabetes, nunca é demais alertar para os perigos e os maus hábitos alimentares que se têm verificado e que, inevitavelmente, tem contribuído de forma direta e indireta não só para o aparecimento de doenças como a diabetes mas também a obesidade, hipertensão, doenças cardiovasculares e cancro.

A mudança só depende de si! Leia o nosso artigo, e faça a diferença hoje mesmo!

Diabetes 

Tipo 1

A Diabetes do tipo 1 é uma doença autoimune e atinge de 5 a 10% da totalidade das pessoas que têm diabetes. Geralmente aparece na infância ou no início da adolescência e resulta da incapacidade de produção de insulina por parte do pâncreas. Na origem desta doença está uma propensão genética para tal e em nada se deve a maus hábitos ou excesso de gordura no organismo não havendo, desta forma, uma prevenção.

Contudo, um estilo de vida saudável como a realização de exercício físico e melhores hábitos alimentares podem reduzir de forma drástica outras complicações associadas à doença como a cegueira, insuficiência renal, doenças cardíacas e até amputação de pés ou pernas.

Tipo 2

A diabetes do tipo 2 é a variação mais comum da doença atingindo 90% das pessoas com diabetes, e ao contrário do que se verifica no tipo 1, a diabetes do tipo 2 deve-se essencialmente a um conjunto de fatores como uma dieta rica em açúcar, excesso de peso e sedentarismo. Conjunto esse que estimula uma resistência do organismo à insulina e consequentemente eleva o nível de açúcar no sangue.

Neste caso, é possível prevenir o aparecimento deste tipo de diabetes. Uma mudança significativa nos seus hábitos alimentares aliado a uma vida mais ativa pode mesmo reduzir os seus níveis de açúcar no sangue.

Quando falamos em consumo excessivo de açúcar, não estamos apenas a falar de doces ou do açúcar que metemos no café. De facto, a maioria dos alimentos que ingerimos têm açúcar, até a fruta. Neste sentido, é fundamental que as pessoas tenham a capacidade de regular os níveis de açúcar no sangue, uma vez que o consumo em excesso pode levar a outros problemas que vão além dos diabetes.

As doenças cardiovasculares e cancro são um excelente exemplo disso. A transformação do açúcar em gordura acumula-se nas artérias originando enfartes ou derrames. Por outro lado, o excesso de açúcar faz com que os níveis de insulina fiquem elevados, deixando de exercer uma das suas atividades fundamentais (controle da reprodução celular) podendo, desta forma, desenvolver cancro cuja atividade é precisamente a multiplicação descontrolada de células no corpo humano.

Atualmente, a diabetes é a doença com maior prevalência em todo o mundo, sendo o nosso país um dos países com uma das maiores taxas na Europa. Também os acidentes cardiovasculares e o cancro são as doenças que mais matam em Portugal.

Juntos, podemos inverter esta situação! Adotar um estilo de vida mais saudável não deve ser uma escolha mas sim um modo de vida.

A Do It Better é um centro de formação profissional que tem os olhos postos no futuro, sempre atento e sempre pronto para lhe disponibilizar todas as competências necessárias se tornar ainda mais better.

Autoria: Marisa Coelho