Notícias - Do It Better

Notícias

Do It Better no III trail da Base Aérea da OTA

Do It Better no III trail da Base Aérea da OTA

O Centro de Formação Profissional Do It Better – Alverca marcou presença no III Trail da Base Aérea da Ota – onde assegurou o serviço de Massagem a todos os atletas presentes na prova.

No passado dia 22 de Setembro, a Do It Better – Alverca esteve presente no III Trail da Base Aérea da Ota, juntamente com os formandos do Curso Técnico Auxiliar de Fisioterapia e Massagem no âmbito do Projeto de Intervenção Social e Comunitário.

Este projeto consiste num programa que relaciona a formação obtida na DO IT BETTER e a sociedade. É um exercício de cidadania em que os formandos, através de uma ação direta, compreendem as necessidades dos cidadãos em contexto social.

Nesta prova os formandos fizeram massagens aos participantes na prova, com o objetivo de ajudar na recuperação e alívio da dores musculares dos atletas, causadas pelo esforço físico. Esta foi uma excelente oportunidade de os formandos colocarem em prática um dos tipos de massagens que faz parte do programa pedagógico do curso, a Massagem Desportiva. 

Catarina Claro é a Coordenadora Pedagógica da Do It Better – Alverca, e afirma que “ Este é um evento bastante importante na zona regional da Do It Better Alverca. Estiveram a participar 460 atletas. Trouxemos connosco  cerca de 10 formandos, que praticaram em ambiente real de trabalho a  massagem”.

Este é um evento organizado pelo Centro de Formação Militar e Técnica da Força Aérea Portuguesa (CFMTFA). Esta prova realiza-se maioritariamente dentro do perímetro militar do Centro de Formação Militar localizado na Ota – Alenquer.

Autoria: Helena Ribeiro

 

 

 

10 alimentos ricos em proteína

10 alimentos ricos em proteína

os 10 alimentos ricos em proteína

Quer saber como construir massa muscular? A Do It Better mostra-lhe quais os 10 alimentos ricos em proteína para atingir os seus objetivos rapidamente.


A proteína é um macronutriente essencial que nos dá energia e ajuda na recuperação e fortalecimento dos músculos. A proteína mantém o nosso sistema imunitário a funcionar de forma correta, ajuda à recuperação muscular após um treino, reduz os níveis de stress e ansiedade e reduz o risco de diabetes e doenças cardiovasculares.

  • Ovos

Os ovos são um dos alimentos mais saudáveis e nutritivos, estão repletos de vitaminas, minerais, gorduras saudáveis e nutrientes que o cérebro necessita.
O consumo de um ovo cozido após um treino irá ajudar a construir massa muscular a melhorar o sistema imunológico do atleta.

Conteúdo proteico: 1 ovo inteiro tem 6 gramas de proteína e 78 calorias.

  • Amêndoas

As amêndoas estão repletas de nutrientes, incluindo fibras, vitamina E e magnésio. O magnésio é um mineral abundante que é conhecido por estar envolvido no metabolismo energético e na síntese de proteínas.

As amêndoas podem ser consumidas de forma natural ou em forma de manteiga de amêndoa.

Conteúdo proteico: Cada 30g tem 6g de proteína e 161 calorias.

  • Sementes de Abóbora

As sementes de abóbora têm um alto valor nutritivo, porque possuem ferro, magnésio e zinco. São uma excelente fonte de proteína vegetal e de gordura “boa”.

Conteúdo proteico: Cada 28g tem 5g de proteína e 125 calorias.

Outras sementes com alto valor proteico são as sementes de linhaça, de girassol e chia.

  •  Aveia

A aveia é um dos cereais mais saudáveis, porque apresenta diversos benefícios para o nosso corpo, como reforçar o sistema imunológico, ajudar a prevenir doenças cardiológicas e diabetes.

É rica em fibras saudáveis, magnésio e Vitamina B1,  ajuda a aumentar o volume de massa muscular, porque tem o poder de reconstruir o músculo, que é destruído durante os treinos, e fortalece-o enquanto dorme.

Conteúdo proteico: Cada 100g de aveia tem 11g de proteína.

10 alimentos ricos em proteína

  • Iogurte grego

O iogurte grego destaca-se dos restantes iogurtes, essencialmente, porque tem cerca de duas vezes mais proteína do que um iogurte comum, maiores níveis de sódio e hidratos de carbono.

Conteúdo proteico: Um iogurte grego natural, em cada 100g de iogurte, tem 10g de proteína e 100 calorias.

  • Atum

O atum é um peixe baixo em gordura e calorias, mas com alto teor proteico. O consumo de atum é ideal para a reconstrução e fortalecimento dos músculos.

Conteúdo proteico: uma lata de atum em azeite tem cerca de 25g de proteína e 200 calorias.

  • Peito de frango e peru

Os peitos de frango ou peru são duas fontes de proteína que fortalecem e geram energia ao organismo, para além de serem uma excelente fonte de proteína. Possuem todos os aminoácidos essenciais e em quantidades apropriadas para o nosso bem-estar.

Conteúdo proteico: Em cada 100 gramas tem 30g de proteína.

  • Lentilhas

As lentilhas são um legume rico em fibra, magnésio, potássio, ferro e outros nutrientes.

As lentilhas estão entre as melhores fontes de proteína de origem vegetal e são uma excelente opção para quem tem uma alimentação vegetariana ou vegan.

Conteúdo proteico: Um copo de lentilhas cozidas (198g) contém 18 gramas de proteína e 230 calorias.

  • Quinoa

A quinoa é uma semente considerada um superalimento com diversas vitaminas, minerais, fibra e muitos antioxidantes.

Conteúdo proteico: Um copo de quinoa cozida (185g) tem 8 gramas de proteína e 222 calorias.

  • Tofu

O tofu é um alimento de origem vegetal que tem como principal ingrediente o leite de soja. Este alimento possui poucas calorias, é rico em proteína e nutrientes e pobre em gordura. O tofu apresenta diversos benefícios como a diminuição do colesterol, por conter Omega-3, o fornecimento de proteínas para a manutenção dos músculos, a prevenção da osteoporose por sem rico em cálcio e ajuda a emagrecer por ser pobre em calorias.

Conteúdo proteico: Em 100g tem 8g de proteína e 70 calorias.

 

Autoria: Raquel Perleques

Como estudar melhor

8 dicas para estudar melhor

8 dicas para estudar melhor

Para obter bons resultados, o estudo não deve ser deixado apenas para a noite antes de um exame. Neste artigo, vamos-lhe apresentar 8 dicas para estudar melhor.

Nunca é demasiado cedo – ou demasiado tarde – para desenvolver bons hábitos de estudo. Quanto mais rápido conseguir encontrar o seu método ideal de estudo, mais facilmente conseguirá melhorar os seus resultados em testes e exames.

Todas as pessoas têm a sua preferência no que diz respeito ao local e hora a que estudam melhor. Quer seja no quarto à noite, ou na biblioteca ao fim da tarde, é importante descobrir qual o local e hora mais adequados para si.

  • Prepare o seu espaço de estudo – o seu espaço de estudo deve ser silencioso, confortável e livre de distrações. Deve ser um sítio onde se sinta feliz e inspirado.
  • Descubra qual a hora a que estuda melhor – algumas pessoas trabalham melhor de manhã; outras trabalham melhor à noite. Descubra qual a hora mais adequada para si. Não estude durante muito tempo após a hora a que normalmente vai dormir o esforço de estudar até muito tarde pode fazê-lo sentir-se demasiado cansado para absorver a informação corretamente.

Estude um pouco todos os dias

Estudar um pouco todos os dias significa que estará a rever as matérias de forma diária, o que lhe pode ajudar a compreender melhor aquilo que está a estudar. Além disso, estudar todos os dias ajuda-o a evitar o ‘stress’ de ter de decorar tudo na semana do exame.

Uma hora ou uma hora e meia por dia, dependendo da sua disponibilidade, normalmente são suficientes para rever todos os conteúdos que aprendeu durante esse dia. No entanto, à medida que a data do exame se aproxima deve gerir bem o seu tempo, pois talvez seja necessário dar uma maior revisão a matérias mais antigas.

Planeie bem o seu tempo

Planear o dia antecipadamente pode ajudá-lo a aproveitar melhor o tempo para estudar.

  • Ponha alarmes pôr alarmes no telemóvel para o lembrar de estudar à sua hora de eleição. Um lembrete regular ajuda-o a ser pontual com o seu estudo;
  • Utilize um calendário – marcar as datas de testes e prazos para entregar trabalhos num calendário ajuda a perceber quais são as tarefas a que tem de dar prioridade. Dessa forma poderá focar-se no que mais importa, e assim aproveitar melhor as suas sessões de estudo;
  • Estabeleça limites de tempo – antes de iniciar a sua sessão diária de estudo, consulte quais as matérias que quer estudar e defina um tempo limite para gastar em cada uma delas. Se não conseguir acabar dentro do tempo definido, considere se o melhor uso do seu tempo é continuar a estudar essa matéria ou começar a trabalhar em outra coisa.

Descubra qual é o seu modo de aprendizagem

No que diz respeito a estudar, os métodos mais eficazes dependem de pessoa para pessoa. Cientificamente podemos distinguir 3 tipos principais de aprendizagem:

  • Visual, ver para aprender: através de esquemas, diagramas ou desenhos, tomar notas em forma de lista, ver vídeos, colorir e sublinhar palavras nos apontamentos;
  • Auditivo, ouvir para aprender: repetir verbalmente a matéria, criar associações de palavras e rimas;
  • Cinestésico, fazer para aprender: interpretar papéis, construir modelos e desenhar. Estas pessoas procuram situações no mundo real para colocar a teoria em prática.

Descobrir qual é o seu modo de aprendizagem pode melhorar o seu método de estudo. Contudo, tenha atenção, pois é possível que reúna características de cada um destes tipos.

Se responde bem às dicas visuais, recomendamos que, por exemplo, use cores nos apontamentos, sublinha conceitos importantes e que pesquise vídeos relevantes no ‘YouTube’ sobre a matéria.

Se é a ouvir que aprende melhor, leia a matéria em voz alta. Um estudo realizado em 2010 mostra que ler a informação em voz alta ajuda a aprender mais rápido do que quando se lê em voz baixa.

Faça pausas

Está comprovado que fazer pausas regulares durante o estudo, melhora a produtividade e ajuda-o a concentrar-se. Não é boa ideia trancar-se no quarto a estudar horas a fio, faça pausas de 5 a 10 minutos por cada 45 minutos de estudo.

Saiba também como melhorar a sua concentração.

Ao descobrir o seu modo de aprendizagem ideal, pode adaptar o seu estudo e concentrar-se nos seus pontos fortes. Com boa organização e planeamento, poderá evitar o ‘stress’ e as dificuldades de estudar “à última da hora”. O tempo que atribui ao seu plano de estudo não precisa de ser excessivo; use-o com cuidado e inteligência.

A chave para o sucesso está em ser consistente com os seus planos de estudo. Dessa forma, vai melhorar a sua capacidade de reter informações, o que permite que progrida mais rapidamente para atingir as suas metas.

Autoria: Pedro Delfino

 

Saiba quais as melhores maneiras de se sentar ao computador

Como se sentar ao computador – 8 dicas para manter a boa postura

Se o seu trabalho implica estar sentado em frente a um computador durante muitas horas, saber como se sentar corretamente pode ajudar a prevenir o desenvolvimento de dores de costas. Neste artigo iremos dar-lhe 8 dicas para manter a boa postura.

A introdução de computadores em empregos de escritório fez com que os trabalhadores tenham passado a estar sentados à secretária mais de 6 horas por dia, durante 5 dias por semana. Muito devido a isso, as dores no pescoço, costas e joelhos passaram a ser cada vez mais comuns em trabalhadores de escritório durante os últimos 30 anos. As dores podem ocorrer, pois estar muitas horas sentado reduz a curvatura natural da coluna, o que pode gerar dor e desconforto na região lombar, no pescoço e nos ombros.

Para evitar estas dores é recomendado não ficar sentado mais de 4 horas por dia, e várias empresas têm começado a apostar no uso de secretárias dinâmicas para melhorar o bem-estar físico dos colaboradores. Se esse ainda não é o caso da sua empresa, é essencial que siga as seguintes dicas:

  1. Não cruzar as pernas. Deve ter os dois pés apoiados no chão para dar bom apoio a todo o seu corpo e melhorar a circulação sanguínea;
  2. A altura da cadeira deve ser igual à distância entre os joelhos e o chão;
  3. Deve apoiar os seus braços em cima dos braços da cadeira ou então sobre a mesa onde tem o computador;
  4. Posicionar os ombros levemente para trás, para a sua coluna se manter numa posição natural;
  5. A parte superior do seu monitor deve estar ao nível dos olhos. Se for necessário, coloque um livro por baixo do monitor de forma a elevá-lo, o ideal é que não tenha de olhar para cima nem para baixo, de forma a manter o pescoço numa posição confortável;
  6. A tela do computador deve também estar a uma distância apropriada dos seus olhos, a recomendação é que esteja a pelo menos 50 cm de distância;
  7. A utilização de uma cadeira com suporte para as suas costas também pode ajudar a manter a boa postura. No entanto, por muito boa que a cadeira seja, por si só não é a solução para acabar com todas as dores físicas. Para obter bons resultados deve sempre tentar seguir as dicas de postura.

Faça exercício físico no seu tempo livre

A boa postura sentado e o uso de cadeiras e mesas adequadas ao trabalho são excelentes medidas que deve tomar para promover o seu bem-estar, mas não são suficientes para diminuir a sobrecarga nos ossos, músculos e articulações. Manter-se ativo no seu tempo livre é essencial.

Não é necessário recorrer a exercícios de alta intensidade, recomendamos que aposte em exercícios dirigidos para o alinhamento postural. Por exemplo, Pilates é uma boa opção, assim como alongamentos, caminhadas e outros exercícios de baixa intensidade. Conheça as vantagens de contratar um Personal Trainer.

Auditoria: Pedro Delfino

Formador da Do It Better conquistou o 2º lugar no campeonato do Mundo OMC 2019

formador da do it better conquistou o 2º lugar no campeonato do mundo omc 2019

Foi no passado dia 16 de Setembro de 2019, em Paris, que o Formador da Do It Better conquistou o 2º lugar no campeonato do Mundo OMC 2019. Felicitamos ao nosso formador Jorge Pereira e a toda a equipa portuguesa pela vitória.

 

O campeonato do Mundo de Cabeleireiro OMC – Hairworld – realizou-se nos dias 14 a 16 de Setembro, em Paris. Esta competição existe deste 1946 e é organizada por membros de 50 países diferentes, da qual concorrem cerca de 2 000 000 profissionais para conquistar este desejado prémio na área da beleza.

Este ano, a equipa da qual faz parte o formador da Do It Better, Jorge Pereira, conquistou o 2º lugar no Hairworld.

É com enorme orgulho que a Do It Better tem na sua equipa um formador na área da Beleza bastante medalhado, com conquistas nacionais e internacionais, no seu portfólio.  De referir que o formador do Curso de Barbeiro Profissional, Jorge Pereira, conquistou recentemente o Campeonato Nacional de Cabeleireiro Masculino.

Felicitamos toda a equipa Portuguesa por esta vitória e em especial ao nosso formador Jorge Pereira.

Autoria: Vanessa Cunha

7 motivos para ser Segurança em Portugal_mini

7 motivos para ser Segurança em Portugal

7 motivos para ser Segurança em PortugalA área da Segurança Privada em Portugal está em franca expansão neste último ano.

Neste artigo damos-lhe a conhecer 7 motivos para começar a sua carreira na área da Segurança Privada.

Empregabilidade

 A área da Segurança Privada está em expansão, devido ao crescimento do turismo e ampliação das grandes cidades em Portugal e na Europa, o que leva com que os empregos na área venham a multiplicar-se nos próximos anos.

A empregabilidade na área da Segurança Privada é praticamente garantida, fruto da constante procura das empresas de Segurança Privada em recrutar profissionais com o cartão MAI válido.

Estilo de vida saudável

O profissional de Segurança Privada não tem uma vida sedentária, ou seja, estar as horas de trabalho sempre sentado em frente a um computador. Ser segurança implica andar sempre a exercita-se, caminhar para fazer as vigias do seu espaço de trabalho.

Rotina não usual

A Segurança Privada é uma ocupação que envolve o trabalho em áreas amplas, ar livre e em ambientes diversos, ao contrário de outras profissões relacionada com escritórios que passam o dia enclausurados dentro de 4 paredes.

O profissional também tem a vantagem de não estar constantemente pressionado com relatórios, prazos e chamadas sem fim. Por isso, o profissional não tem uma rotina fixa de trabalho, cada dia é uma rotina diferente.

Flexibilidade horária

O profissional ao não ter uma rotina fixa também não tem um horário de trabalho fixo. A área da segurança é um serviço de 24 horas por dia, 7 dias por semana o que possibilita ao vigilante optar por trabalhar no horário que lhe é mais conveniente e conciliar com outros hobbies que tem. Com isto, também consegue ter mais tempo para estar com a sua família e amigos.

Mix entre o trabalho individual e o trabalho em equipa

Na área da segurança existe uma mistura de trabalho em equipa e de autonomia. Tudo depende do local de trabalho e da empresa para qual trabalha. Geralmente, os seguranças trabalham de forma autónoma, mas será beneficiado se fizer parte de uma equipa forte.

Ajudar as pessoas a sentirem-se seguras

Uma das principais funções de um Segurança Privada é proteger as pessoas e manter a segurança no local de trabalho. Por vezes, a presença de um profissional de segurança é suficiente para deter criminosos e prevenir incidentes, o que leva com as que pessoas sintam mais seguras e confortáveis com a presença de segurança.

Treino em crise

Os profissionais na área da Segurança Privada estão preparados para situações de emergência tal como prevenção de incêndios e primeiros socorros. Caso aconteça um incidente deste género, o vigilante sabe como atuar e auxiliar as pessoas.

Autoria: Vanessa Cunha

Do It Better no programa Manhãs na TV

Do It Better no programa Manhãs na TV

Do It Better no programa Manhãs na TVO centro de formação profissional Do It Better esteve no programa Manhãs na TV, na estação televisiva Kuriakos TV, para dar a conhecer a oferta formativa e a metodologia de ensino 360º.

A Do It Better esteve presente no programa Manhãs na TV do canal televisivo Kuriakos TV, um canal com conteúdos informativos de entretenimento e lifestyle.

O centro formativo foi apresentado por Ricardo Carneiro, Coordenador de Marketing da Do It Better, que deu a conhecer a oferta formativa, os diversos centros de formação distribuídos pelo país e a exclusiva metodologia de ensino 360º. Um método exclusivo de formação, com o objetivo de permitir que os formandos tenham um maior contacto real com o seu contexto laboral, oferecendo-lhes ferramentas pedagógicas que garantem o seu profissionalismo, tal como a fácil e rápida integração no mercado de trabalho.

Caso não tenha tido oportunidade de ver o programa em direto, deixamos-lhe a ligação direta para aceder à entrevista na integra.

Reveja também a nossa primeira presença no Kuriakos TV aqui.

Autoria: Raquel Perleques

Como escrever um bom CV

Como escrever um bom CV – 9 dicas para um bom currículo

Para ser bem sucedido na procura de emprego, que informações deve o seu CV conter? O que deve e o que não deve escrever? Como deve ser estruturado?

Estas são algumas das dúvidas mais frequentes de quem procura escrever ou atualizar o seu currículo. Neste artigo iremos responder a todas elas e explicar-lhe como escrever um bom CV.

 

O que é e para que serve um Curriculum Vitae?

O Curriculum Vitae (CV) é um documento essencial durante a procura de emprego. Este pode fazer toda a diferença entre receber um convite a uma entrevista para o seu emprego de sonho ou receber um telefonema a dizer que não foi selecionado.

A maneira correta de encarar a construção do seu currículo é vê-lo como uma ferramenta que vai utilizar com o objetivo de se “autopromover”, tendo como meta ser convidado para uma entrevista de emprego.

O CV deve sumarizar toda a sua experiência em uma ou duas páginas, que servirão para dar ao empregador uma visão geral das suas qualificações para a posição a que se está a candidatar.

Que informações deve colocar no seu CV? 

Falando em conteúdo, saber qual a informação que deve excluir do CV pode ser tão importante quanto saber aquilo que deve incluir. O seu documento tem de transmitir a experiência mais relevante para o cargo a que se está a candidatar, ao invés de ser uma descrição de todas as experiências e funções profissionais que já teve na sua carreira.

Por norma, os currículos não devem ter mais de duas páginas, por isso é possível que tenha de remover alguns itens que considere serem de menor relevância.

O seu CV deve conter as seguintes secções:

  • Fotografia: A foto que utiliza deve ser adequada e com qualidade. Deve ser tirada num local bem iluminado e sem muitas distrações atrás de si. Não pode ser uma foto tirada, por exemplo, numa saída à noite ou num café. A foto do CV vai ser a primeira impressão que o empregador tem de si, e é do seu interesse que a foto transmita profissionalismo;
  • Dados pessoais: nome, nacionalidade, local de residência, contacto telefónico e e-mail são informações essenciais e que devem sempre estar bem visíveis; de preferência na parte superior da primeira página;
  • Descrição de competências: secção onde descreve as suas competências e características pessoais. Foque-se nas que considera mais úteis para ter sucesso no cargo a que se candidata;
  • Experiência profissional: recomendamos que coloque por ordem cronológica as empresas onde trabalhou, da mais recente para a mais antiga, sempre destacando as experiências relacionadas com o cargo a que se está a candidatar. No entanto, o mais importante aqui é a descrição da sua função. Dê relevância às suas responsabilidades, e procure apresentar resultados concretos que revelem o seu sucesso nessa função;
  • Educação e formação relevante: é importante apresentar o seu percurso académico e certificados que tenha obtido.

Curso de Recursos Humanos

Truques e dicas

Depois de já ter a informação toda estruturada, há algumas dicas que podem ajudar a aperfeiçoar e dar mais destaque ao seu CV:

  • Deve reler várias vezes tudo o que escreveu para evitar erros ortográficos. Caso a escrita não seja o seu ponto forte, peça a um amigo ou familiar para ler e dar o seu feedback;
  • Nunca deve mentir ou colocar informações falsas, não é eticamente correto e facilmente pode ser apanhado;
  • Ter palavras-chave relacionadas com a função, cultura e valores da empresa a que se candidata. Por exemplo, para uma posição de segurança há competências essenciais, como responsabilidade e rigor dada a natureza e importância da função.

Procure ser criativo:

Concluindo, o design do currículo tem de ser adequado à área a que se está a candidatar. O CV de um designer terá de utilizar um esquema de cores e formas geométricas diferentes do de um médico ou advogado.

Procure inspiração em outros CVs já feitos, pode encontrar algumas sugestões aqui, e saiba como construir um curriculum criativo.

Com um curriculum bem estruturado e com toda a informação certa, só lhe resta mesmo preparar-se para a entrevista, conheça as 10 perguntas mais frequentes em entrevistas de emprego.

Autoria: Pedro Delfino

a necessidade da ajuda geriátrica

A Necessidade da Ajuda Geriátrica

a necessidade da ajuda geriátrica

Sabe qual a necessidade da ajuda geriátrica? A Do It Better mostra-lhe o que fazem os profissionais de um das áreas mais procuradas em Portugal.

Em Portugal a profissão de Técnico Auxiliar de Saúde e Geriatria tem vindo a ser cada vez mais necessária, visto que é um dos países mais envelhecidos da União Europeia.

A geriatria é o ramo da medicina que se foca no cuidado de pessoas idosas. Tem como objetivo promover a saúde, através do estudo da prevenção e tratamento de doenças.

Não existe uma idade mínima para se carecer de ajuda geriátrica, esta decisão é determinada pelas necessidades individuais de cada paciente.

O objetivo da geriatria é acompanhar o paciente no seu processo de envelhecimento, estudando, prevenindo e tratando doenças. Sendo o objetivo final prolongar e melhorar a qualidade de vida.

O processo de envelhecimento pode ser beneficiado por um estilo de vida saudável, porém alguns idosos são portadores de doenças crónicas comuns em indivíduos nestas idades, como a osteoporose, problemas de memória, fraqueza ou distúrbios digestivos. Neste caso, o papel da geriatria é auxiliar estes indivíduos, de forma a amenizar o seu desconforto, para que possam manter um ritmo de vida saudável, independente e feliz.

O trabalho de geriatria é multidisciplinar, porque os técnicos auxiliares de saúde e geriatria fazem-se acompanhar de médicos especialistas, como ortopedistas, cardiologistas ou neurologistas, e também de fisioterapeutas e enfermeiros, garantindo assim um melhor diagnóstico para ser efetuado um melhor tratamento.

Como a geriatria é uma área que está ligada aos cuidados de saúde e bem-estar, é essencial que os auxiliares tenham uma formação.

A área da saúde exige uma atenção especial, visto que é imprescindível ter conhecimentos acerca das doenças e medicação adequada, para promover o bem-estar e aplicar a cada idosos de acordo com as suas necessidades.

Autoria: Raquel Perleques

Quais as coimas aplicadas ao Profissional de Desporto se exercer a atividade sem o Título Profissional atualizado

Quais as coimas aplicadas ao Profissional de Desporto se exercer a atividade sem o Título Profissional atualizado?

Quais as coimas aplicadas ao Profissional de Desporto se exercer a atividade sem o Título Profissional atualizadoO Profissional de Desporto para exercer atividade, necessita, imperativamente, de ter o seu Cartão Profissional atualizado. O exercício da profissão sem o Cartão Profissional resulta em coimas elevadíssimas que podem ser aplicadas ao profissional ou à entidade que o contratou … Sabe quais as coimas aplicadas ao Profissional de Desporto se exercer a atividade sem o Título Profissional atualizado? Fique a descobrir…

 

O Personal Trainer ou o Técnico de Desporto é um profissional qualificado, que tem como grandes objetivos planear treinos, avaliar e prescrever exercícios de acordo com as necessidades de cada cliente.

De acordo com  a Lei 39/2012 o profissional tem obrigatoriamente de obter um “título profissional válido para o exercício da função…” que é emitido pelo IPDJ, Instituto Português do Desporto e da Juventude.

O Título Profissional é o documento oficial que “habilita e regula o exercício das funções” do profissional e tem uma validade de cinco anos, podendo ser revalidado com a obtenção de 5 unidades de créditos, através de formação contínua “certificada pelo IPDJ.”

curso de personal trainer

O Cartão Profissional caduca “sempre que o seu titular não frequente com aproveitamento, no período de cinco anos, ações de formação contínua”. Para além disso, o título pode ser revogado, pelo IPDJ, quando se detectam falsificações de qualquer elemento comprovativo dos requisitos necessários à obtenção do mesmo.

O Profissional de Desporto que exercer sem o Título válido, pratica numa contraordenação muito grave, punida com uma coima que pode ir dos 2 000 € aos 4 000 €.

Agora que conhece quais as coimas aplicadas ao Profissional de Desporto se exercer a atividade sem o Título Profissional atualizado, não hesite e trate de o atualizar e exercer a profissão sem problemas legais associados.

Autoria: Catarina Mexia

 

A importância do lúdico na educação das crianças

A importância do lúdico na educação das crianças

A importância do lúdico na educação das crianças

As crianças são o futuro da sociedade, a sua educação é o ponto de partida!

O primeiro contacto com a educação não se dá apenas em âmbito escolar, pois muitas vezes as crianças integram outros estabelecimentos pedagógicos, antes mesmo de alcançarem a idade mínima escolar.

Uma parte significativa da educação das crianças deve-se às atividades lúdicas praticadas, tanto no seio familiar como no seio pedagógico. Essas têm um papel fundamental na formação de qualquer ser humano.

As atividades lúdicas contemplam todo o tipo de ação que têm como objetivo entreter e dar prazer enquanto se transmite conhecimentos.

Normalmente associámos esse conceito as atividades desenvolvidas nas creches, jardins de infância, ATL (Atividades de Tempos Livres), escolas, centros de acolhimento, centros de estudo, colónia de férias, assistência social, entre outros.

Quando as crianças brincam elas representam a sua realidade, imitam situações do seu quotidiano, recriam contextos já vividos e ainda imaginam situações.

Porque é que é importante uma criança se divertir e brincar ?

As crianças devem brincar bastante, pois esta atividade combate a obesidade, a solidão e a tristeza, melhora a relação da criança com os seus amigos/colegas, permite o descobrimento do seu corpo, estimula a cooperação, estimula a capacidade de lidar com a frustração, cultiva os bons valores na criança, estimula o cérebro, a inteligência, a criatividade e a imaginação. Por último, e não menos importante, é o facto da brincadeira ajudar a impor limites e regras.

Portanto, percebemos que devemos deixar as nossas crianças brincarem até caírem de cansaço. Podem e devem brincar com os amiguinhos, com os pais, com o avós, com os tios, com os primos e por aí a fora.

Descubra quais os 5 jogos para fazer com as crianças em casa

Curso Técnico Auxiliar de Acao Educativa

Porque é que é importante uma criança se divertir enquanto aprende?

A brincadeira educa também a nível cultural e histórico, pois consegue-se transmitir os costumes, os hábitos e as tradições de um país.

Estimula o desenvolvimento das habilidades motoras, pois algumas exigem o esforço físico, a resistência, a flexibilidade e o equilíbrio.

Portanto, está mais que provado que as atividades lúdicas constituem uma ferramenta crucial na educação infantil, pelo que servem de estímulo para a criança aprender. Para além de tornarem a fase de educação menos enfadonha e mais motivante.

Engane-se aquele que pensa que brincar não é uma atividade séria. É a partir das atividades lúdicas que as crianças se entendem, mostram-se a vontade e disponíveis para se expressarem e aprenderem coisas novas.

As atividades lúdicas ajudam as crianças a desenvolverem:

  • A coordenação motora (andar, correr, pular, escrever, pintar, desenhar e cortar);
  • O desenvolvimento psicomotor (inteligência, afetividade, relação interpessoal);
  • O desenvolvimento cognitivo (raciocínio, resolução de conflitos, criatividade, linguagem e memória).

A importância das atividades lúdicas levam-nos a outra questão, que é a importância das crianças brincarem com outras crianças. Desde cedo que as crianças demonstram ter um comportamento diferente quando estão em contacto com outras crianças, o que poderá refletir em bons comportamentos no futuro, como a gestão de reações fortes, proteção contra a depressão e o abandono escolar.

Os adultos têm uma papel fundamental na educação das crianças, são estes que as guiam e ajudam a se desenvolver. As crianças têm ainda o hábito de imitar e pôr em prática tudo aquilo que observam nos adultos, o que requer algum cuidado especial.

Os educadores de infância possuem um cuidado redobrado na educação das crianças, pois preocupam-se em transmitir bons valores e ajudar no desenvolvimento dos seus educandos.

Caso seja uma dessas pessoas que gostaria de ajudar no desenvolvimento global de uma criança, faça a diferença na educação das crianças. Invista no futuro!

Na Do It Better temos o curso perfeito para si, pois com o Curso Técnico Auxiliar de Ação Educativa poderá trabalhar diretamente com crianças em escolas, creches, ATLs, centros de estudo, entre muitos outros.

O curso é certificado pela DGERT e prepara os formandos com a metodologia 360º, ou seja, os formandos têm suportes em plataformas digitais, sessões de autonomia e cooperação, desenvolvimento de um portfólio, um projeto de intervenção social e comunitária, um estágio opcional, orientação profissional, sessões presenciais e uma bolsa de emprego.

Aposte em si, aposte no Curso Técnico Auxiliar de Ação Educativa e torne-se num profissional de sucesso com a Do It Better!

Autoria: Christian Rocha

Curso de Nutrição

Curso de Nutrição, Dietética e Parafarmácia

Curso de Nutrição

Aposte numa formação de qualidade.
Aposte no Curso de Nutrição, Dietética e Parafarmácia.

 

Ajudar os outros a ter uma vida melhor e com mais qualidade é algo que o atraí? Junte-se à família Do It Better e inscreva-se no Curso de Nutrição, Dietética e Parafarmácia. O primeiro passo para uma vida com mais qualidade é ter uma dieta e nutrição equilibrada.

Este curso está dotado de uma metodologia especifica e personalizada (Metodologia 360º da Do It.Better), complementando os seus conhecimentos acerca de nutrição, hábitos alimentares, segurança alimentar, medicamentos não sujeitos a receita médica e muito mais!

Um curso composto por 8 dos mais variados módulos na área, num total de 123 horas de formação, em modo presencial, em que neste o formando será acompanhado continuamente, por um formador, que lhe permitirá tirar todas as suas dúvidas, para que tenha um desenvolvimento profissional constante.

No fim deste curso, o formando deverá conseguir avaliar:

  • O processo de reeducação alimentar demonstrando hábitos de alimentação saudáveis e adequados à necessidade de cada indivíduo;
  • Especificar as necessidades nutricionais de cada indivíduo, de acordo com a etapa de vida, na qual este se encontra;
  • Identificar as consequências da contaminação alimentar para o organismo humano, bem como as formas de prevenção;
  • Identificar determinados tipos de patologias e medicamentos não sujeitos a receita médica.

Curso de Nutrição, Dietética e Parafarmácia

Para além de todas estas especificidades e conteúdos que o curso acarreta, este tem, ainda, um certificado DGERT (Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho), coordenado pelo GEPE – Ministério da Educação e Ciência.

Coloque a saúde em primeiro lugar e aposte numa formação profissional e completa como a que existe no Curso de Nutrição, Dietética e Parafarmácia. Venha saber Better, venha aprender connosco!

Autoria: Hugo Peixinho