A importância de fazer um estágio curricular durante a formação académica

A importância de fazer um estágio curricular Do It BetterO estágio curricular é uma mais-valia para o desenvolvimento de uma carreira profissional dos alunos

Hoje em dia, é cada vez mais comum os planos académicos dos cursos de ensino superior pedirem a realização de um estágio curricular para a sua conclusão, uma vez que o contacto com o mercado de trabalho é um passo muito importante na vida profissional dos estudantes. No entanto, mesmo que não seja exigido como requisito para a conclusão do curso, a realização de um estágio é sempre vista como uma mais-valia para o currículo profissional e vida académica dos estudantes.

O primeiro contacto com o mercado de trabalho proporciona a oportunidade de adquirir conhecimentos e competências relacionadas com a profissão escolhida pelos estudantes. Permite também que os alunos compreendam melhor as áreas de atuação da profissão escolhida e, assim, perceber se pretendem continuar, ou não, nesse caminho profissional. Só com o contacto direto com a realidade é que os alunos conseguem perceber se desejam seguir uma determinada profissão.

O principal objetivo dos estágios curriculares é oferecer aos alunos um primeiro contacto com o mercado de trabalho e que estes ponham em prática os conhecimentos teóricos adquiridos na sua área de estudos, através da troca de experiências, ideias, planos e estratégias entre os funcionários de uma empresa.

Neste contexto, os alunos têm a oportunidade de aprender mais sobre a sua área de atuação, ao serem acompanhados por profissionais mais experientes, que os preparam para assumir um papel como profissionais qualificados no futuro.

Para os estudantes as práticas, dedicação e disciplina adquiridas durante o estágio curricular contribuem para um valor acrescentado, a nível de desenvolvimento pessoal, e para a aquisição de mais conhecimento sobre a sua área de estudos, a nível de desenvolvimento profissional. Um estágio curricular permite que os alunos ganhem experiência profissional e garante que aprendam da melhor forma sobre a profissão que escolheram.

Toda a experiência acrescentada nos currículos dos estudantes é vista como uma mais-valia, e pode ser usada como uma vantagem. No mercado de trabalho competitivo atual, torna-se cada vez mais importante os alunos aproveitarem as oportunidades que lhes são oferecidas para se destacarem no futuro. O ingresso num estágio curricular demonstra iniciativa, empenho e responsabilidade por parte dos alunos. Revela também uma vontade e interesse em ganhar mais conhecimento e experiência, como também em explorar as oportunidades do mercado de trabalho.

Além disso, cada vez mais as empresas procuram profissionais qualificados e com experiência prévia. Assim, este é um ponto bastante vantajoso que atrai mais a atenção das empresas quando estão em fase de recrutamento, numa etapa mais avançada da vida dos estudantes. Também, se os alunos se destacarem pelas suas atitudes e pelo seu trabalho na empresa durante o período de estágio, podem ser vistos como potenciais colaboradores e ter a oportunidade de virem a ser recrutados pela empresa.

Normalmente, os estágios curriculares têm uma duração de 3 meses, ou um número mínimo de horas a cumprir que devem ser respeitadas. Se as instituições de ensino não tiverem protocolos estabelecidos com empresas, ou se os alunos estiverem a procurar um estágio curricular por conta própria, podem recorrer a determinados portais, como estagiar.pt ou Carga de trabalhos, onde irão encontrar um leque de ofertas de estágios em várias áreas diferentes. Regularmente, os estágios curriculares não são remunerados, especialmente por serem de duração mais curta. No entanto, há empresas que podem oferecer custos de transportes e/ou de alimentação.

Assim, a realização de um estágio curricular tem diversas vantagens para o desenvolvimento pessoal e profissional dos estudantes e é, sem dúvida, vista como um requisito para um ingresso mais facilitado no mercado de trabalho.

Autoria: Madalena Pinto